ESPAÇO CEL. FRANCISCO MOTTA

ESPAÇO CEL. FRANCISCO MOTTA
“Tradição com modernidade em busca do ensino de qualidade."

sábado, 31 de outubro de 2015


"Queremos uma escola que faça brilhar os olhos dos pequenos. Uma escola que reflita a alma de sua gente. Que ensine as letras, que construa o cidadão, que forme sua identidade cultural. Uma escola que não abdique do sonho, mas que principalmente não deixe de exercitar a ternura..." (Ariano Suassuna)


video



Click here to get more mini-SharkBreak widgets - www.SharkBreak.com

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

PROJETO "CULTURA AFRO"



“A educação não é aquisição de informações cansativas a respeito de objetos e homens, é a percepção do interior de si e a fonte da alegria da paz e da coragem”.

I-IDENTIFICAÇÃO

Colégio Estadual Cel. Francisco Ribeiro da Motta Vasconcellos
Modalidade de Ensino: Fundamental II  e Médio

Professores Responsáveis: Todos do 6° do Ensino Fundamental ao  Ensino Médio que sentirem a necessidade e o interesse de se envolverem no projeto .

Turmas: Todas

Tempo: 4º bimestre

Disciplinas:O projeto visa trabalhar de forma interdisciplinar, sendo assim Português, Matemática, Ciências , Geografia, História, Educação Física, Artes, Inglês e Ensino Religioso estão envolvidas no mesmo.

II-JUSTIFICATIVA
Desafio, esta é a melhor expressão para definir a responsabilidade de elaborar um marco conceitual capaz de orientar as inúmeras iniciativas que compõem o projeto.

Este projeto é reflexo do momento em que vivemos, pois estamos repensando valores e atitudes,pelos quais se espera a reconstrução de uma sociedade em que todos possam exercer os seus direitos de cidadão. É o momento em que pensamos na promoção de ações e políticas públicas afirmativas, permanentes ou não, que busquem compensar perdas provocadas pela discriminação, seja ela por motivos diversos (raciais, étnicos, religiosos, de gênero e outros). E que, portanto,elimine desigualdades historicamente acumuladas, possibilitando a inclusão, a acessibilidade às oportunidades e a promoção de direitos para todos, em especial, àqueles que se referem aos afrodescendentes.


III-INTRODUÇÃO
A elaboração e desenvolvimento desse projeto de arte e cultura negra visam a atender dois pré-requisitos básicos: o exercício da cidadania e vivência dos valores através da apropriação da arte e da cultura, como ferramentas necessárias para estar num mundo formado por sociedades que usam o preconceito como instrumento das esferas de diferenças sociais e, ainda, o resgate da herança africana, cuja história fora esquecida e ignorada ao longo do tempo.

Propõe-se, ainda, dar a conhecer, através de demonstrações culturais e de atividades teatrais e de interpretação alguns aspectos importantes do contexto da escravidão negra, ressaltando os valores que impulsionaram e orientaram a sua vida e a formação de sua identidade. Com este conhecimento, vivenciar e valorizar a cultura negra através da música e da pintura como forma de identificação e resgate da autoestima do aluno afro-descendente.

Através de atividades artísticas, busca-se desenvolver ações transformadoras, projetando o respeito como prática fundamental e essencial para mudar as pessoas e, conseqüentemente, a sociedade.

Enquanto professores, temos que garantir aos alunos, em especial aos afro-descendentes, o acesso não só à escola, mas, também, ao conhecimento da história e da cultura africana e dos afrodescendentes, como está recomendado na Lei 10.639 de 10 de janeiro de 2003, o que é observado, pois, em um país cuja grande porcentagem de sua população é constituída de afro-descendentes, as pessoas desconhecem os grandes heróis e personalidades negras que se destacaram na História, como: rainha Nzinga, líder da libertação do reino africano Ndongo em 1660; Dandara, guerreira do Quilombo dos Palmares, ao lado de Zumbi; do abolicionista José do Patrocínio; o ator Grande Otelo; o herói nacional Zumbi dos Palmares; Machado de Assis; e, Cruz e Souza.

Há necessidade de conscientizar acerca das práticas e representações que configuram o racismo, apresentando aos alunos a verdadeira história e tradição do povo negro no Brasil, de maneira íntegra, sem estereótipos que distorcem e não retratam fielmente a trajetória dos descendentes de africanos, sem mensagens subliminares que consolidam uma sociedade racista e excludente.
IV-OBJETIVOS:

• GERAL:

-Favorecer o desenvolvimento da expressão corporal, oral e cultural dos alunos, através de momentos de interpretação (monólogos), coreografias, músicas, Capoeira, poesias e a valorização estética negra, para a ampliação dos conhecimentos e formação de hábitos e atitudes fundamentais nos valores éticos.

•ESPECÍFICOS:
-Aprofundar-se nas causas e conseqüências da dispersão dos africanos pelo mundo e abordar a história da África antes da escravidão.
- Enfocar as contribuições dos africanos para o desenvolvimento da humanidade e as figuras ilustres que se destacaram nas lutas em favor do povo negro.
-Reeducar as relações entre descendentes de africanos, de europeus e de outros povos.
-Reconhecer a existência do racismo no Brasil e a necessidade de valorização e respeito aos negros e à cultura africana.
- Criar materiais audiovisuais sobre história e cultura afro-brasileiras.
-Valorizar iniciativas de inclusão, dando visibilidade a ações afirmativas já promovidas pela sociedade.
- Contribuir para a criação de práticas pedagógicas inclusivas.

V-RECURSOS HUMANOS
Todos os alunos e professores que sentirem a necessidade e o interesse de se envolverem no projeto .

VI-RECURSOS MATERIAIS: cd, aparelho de som, microfone,computador,letra da música, material para produção das ilustrações, computador, DVD, jogos, jornais, revistas, sucatas, cartolina, isopor, tinta, cola, tesoura, quadra da escola, etc.

VII-MATERIAIS PRODUZIDOS: Textos escritos, desenhos e ilustrações ,peça de teatro e coreografias, .

VIII-ESTRATÉGIAS

• Reuniões periódicas.

• Propostas de adequação das disciplinas.

• Oficinas de criação

• Maquetes

• Palestras

• Pesquisas

• Entrevistas

• Desenhos e ilustrações

• Peça de teatro e coreografias

• Textos escritos

• Confecção de jornal e/ou informativo por turma

• Confecção de objetos com sucata,etc

IX-AVALIAÇÃO

A avaliação será constante, através da apresentação de atividades desenvolvidas a partir das propostas apresentadas.

X-CONCLUSÃO

Com esta proposta, possibilitaremos novas alternativas de aquisição e construção de conhecimentos, tornando-se a escola uma verdadeira aliada no desenvolvimento do cidadão.



quinta-feira, 15 de outubro de 2015

CARTAZES DE DIVISÃO 5 S

PROFESSORA LETÍCIA                                               TURMA 601




quarta-feira, 14 de outubro de 2015